A cidade de Gramado vem discutindo sobre o turismo local e o turista que recebe. Temos visto que a cidade continua enchendo em todos os feriados e épocas de festa, mas também ouvimos pelo comércio da cidade uma reclamação sobre a presença do turista de baixo poder aquisitivo, que vem para a cidade curtir os passeios, mas consome muito pouco, não faz compras.

Como a cidade pode se unir para buscar o melhor turista nesse momento de crise?

Existe aquela conhecida frase. Na crise, alguns choram, outros vendem lenços. Nesse sentido, o que quero dizer é que com a crise as pessoas não deixam de viajar.

Elas fazem viagens mais baratas, escolhem melhor suas compras. E quem desejava uma viagem internacional, olha com mais carinho para os destinos domésticos. É esse turista que Gramado quer atrair… com a já conhecida qualidade da cidade em oferecer boas experiências de passeio e gastronômicas para o turista de alto padrão.

Segundo a pesquisa Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, a intenção dos brasileiros de viaja pelo país aumentou de 67,8% em fevereiro de 2014 para 73,2% em fevereiro deste ano.

Mas menos de 18% planeja viajar para o sul do país.

Turistas estrangeiros, que procurariam destinos mais caros, também estão voltando os olhos para o Brasil. É hora de aproveitar o momento.

Uma das ferramentas modernas à disposição dos investidores da cidade é o marketing digital, que pode ajudar tanto o destino como um todo, como cada estabelecimento em particular.

Basic CMYKSegundo o Google,  82% dos brasileiros conectados usa a internet como fonte de informação para fechar uma viagem, com um tempo médio de pesquisa de 30 dias. E, de acordo com a m.sense,  59% das buscas por preços em viagens no mercado brasileiro são realizadas primeiro no Google.

Por que não aproveitar esse potencial?

O potencial da internet é elevado ao máximo no mercado de turismo, porque as pessoas querem saber como é o local onde pretendem viajar. A internet é a ferramenta básica de informação para essas pessoas que não desejam depender de agências de viagens nacionais com pacotes prontos e pouco personalizados. Excursões de ônibus com paradas programadas em lojas conveniadas? Só para quem quer parcelar o pacote em dez vezes com o máximo de comodidade.

Para o turista 2.0, planejar ativamente o próprio passeio é muito importante. Vamos facilitar a vida dele com o máximo de informações! Vamos estimular sua pesquisa sobre Gramado, suas belezas, as experiências que se pode viver aqui. O turista adora acessar comunidades de reviews, informações sobre o lugar, novas trilhas, melhor gastronomia, pequenos estabelecimentos escondidos que oferecem experiências incríveis de atendimento…

Redes sociais, blogs, metasearchs, aplicativos e comunidades inteiras na internet vão trocar informações sobre os lugares, porque não estar presente com sua própria voz?

Quando não se faz um trabalho ativo na internet, qualquer negócio do ramo de turismo fica à mercê das avaliações sem resposta oficial no TripAdvisor, por exemplo.

Os sites de avaliação já são vistos como referências de pesquisa. 83% dos viajantes brasileiros utilizam reviews de outros turistas em sites especializados. 45% afirmou consultar também amigos e familiares, enquanto 35% também leem blogs de turismo e outros sites na hora de planejar o destino.

Estimular a conversa com os consumidores nas redes sociais, utilizar blog das empresas, divulgar vídeos, gráficos e informações sobre o local e destino, fotos, todo tipo de informação que facilite a vida de quem está planejando sua viagem, sempre com a identidade da empresa e local, é o primeiro passo para fazer crescer a qualidade do turista.

O maior uso do Brasileiro segundo o Google Barometer é na pesquisa de Voos e Hotéis. Que tal impactar com um anúncio de reserva alguém que está pesquisando passagem aérea?

O maior uso do Brasileiro segundo o Google Barometer é na pesquisa de Voos e Hotéis. Que tal impactar com um anúncio de reserva alguém que está pesquisando passagem aérea?

O brasileiro é um grande apaixonado por redes sociais. Nós gostamos de mostrar para nossos amigos nossas experiências, mostrar fotos, “fazer inveja”, interagir antes, durante e depois da viagem através das redes.

  • Uma vez no destino, 58% dos viajantes de lazer contam com fontes online para avaliar atividades locais;
  • 42% dos turistas são mais propensos a usar seus smartphones ou tablet para viagens ou férias

O site deve ser o canal principal de referência da empresa, não outros sites online que falem sobre. Isso significa que turismogramadoquando alguém digitar o nome da empresa, não é o site, por exemplo, do TripAdvisor, que deve aparecer em primeiro lugar, nem o da blogueira X… É o site da empresa e abaixo, os seus canais sociais.

Com marketing digital, dá para fazer a cidade e as atrações aparecerem no Google, no Facebook e em todas as outras redes sociais como Instagram, Twitter, Pinterest, Google+, Tumblr, Vine e tantas outras. Isso só para começar.

  • Dá para aparecer para o turista enquanto ele dirige usando o Waze
  • Enviar um e-mail marketing para quem veio comemorar aniversário de casamento e estava grávida voltar com as crianças no ano que vem em um hotel com recreação,
  • É possível fazer uma promoção especial para impactar pessoal daquela cidade que sempre entra no seu site,
  • Dá para aparecer para quem está planejando se casar e por isso está pensando na lua de mel, dá para mostrar um vídeo de um local novo de turismo de aventura para aquele pessoal que adora viajar pelo Brasil em busca de novas paisagens…

 Enfim, muitas possibilidades de conteúdo, anúncios e principalmente, segmentação, que significa escolher com o máximo de exatidão possível o público com quem se deseja falar.

E mostrar que Gramado é muito mais do que o frio e o fondue, mostrando para os turistas as novidades que a cidade tem e os seus diferenciais enquanto destino e opções do resto do Brasil, com os passeios, as belezas naturais, as especialidades de tantos diferentes restaurantes, o luxo de suas roupas e acessórios, a cultura do gaúcho e muito mais! Mas o turista só saberá, se nós contarmos.

E hoje o lugar onde o turista mais está é a internet.

Se interessou? Vem conversar com a gente!

Temos muitas ferramentas poderosas para se trabalhar. Deixe a gente te ajudar a escolher!

 

Compartilhe...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on Google+Share on FacebookShare on LinkedIn